A Clínica Aldo Toschi oferece a todos os pacientes exame Dermatoscópico, que é capaz de realizar o diagnóstico do câncer de pele melanoma em sua fase inicial, condição fundamental para aumentar as chances de cura.

O exame é realizado por meio de um equipamento especial que fotografa estruturas internas de cada pinta ou mancha suspeita, detectando seu potencial de gravidade.

Antes da Dermatoscopia, o exame clínico era o único meio para o diagnóstico. Com a ajuda de uma lupa, o médico analisava a assimetria, as bordas, as cores, o diâmetro e a elevação das pintas para diagnosticar a doença e, muitas vezes, o câncer já estava em fase avançada.

Para os pacientes com maior risco de desenvolver a doença, é indicado o Mapeamento Corporal Total. Nesse exame são feitas fotografias em alta definição de todas as partes do corpo, e os sinais ou pintas são analisadas pela Foto Macroscópica e pela Dermatoscopia. As imagens são gravadas e arquivadas num software especial, que permite acompanhar o desenvolvimento de cada uma delas, indicando o melhor momento para a remoção das mais perigosas. Desta forma, evita-se a realização de biópsias desnecessárias, algo frequente para os pacientes que têm muitas pintas e outros sinais benignos, que costumam associá-los às lesões malignas.

Em casos suspeitos, é feita biopsia para confirmar o diagnóstico e, se necessário, o tratamento definitivo e mais radical.

Por enquanto, o exame apenas é realizado em caráter particular, uma vez que as operadoras de saúde ainda não são obrigadas pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) a conceder cobertura para este procedimento. O exame também ainda não está incluído no rol de atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS).